Boas práticas

São aqui identificadas boas práticas em Economia Circular da Região Centro, incluindo o levantamento feito pelo portal do Eco.nomia. Caso pretenda submeter uma boa prática em Economia Circular na Região Centro, para que possa vir a constar nesta página, preencha o formulário disponível no seguinte endereço, para posterior avaliação da sua relevância e enquadramento: https://forms.gle/VhqhafLcnj8oFhzL6.



BabyLoop

Compra e venda de artigos de puericultura

Carrinhos, berços, camas de bebé são objetos que os pais investem quando nascem os primeiros filhos mas que rapidamente se tornam ‘monos’ lá em casa. E que tal vender esses objetos? Há 220 mil agregados familiares que os promotores do BabyLoop consideram que poderão beneficiar da oferta deste novo projeto de economia circular criado pelos fundadores do Book In Loop e Carolina Patrocínio.

Tipo de Estratégia:
Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


Banco de óculos

Recolha de armações e lentes usadas e sua redistribuição

Este projeto tem como objetivo recolher óculos usados (armações e lentes), doados por particulares, para distribuir posteriormente por pessoas carenciadas (crianças, adultos e idosos). Atualmente com ações piloto a decorrer Coimbra e Lisboa, o projeto disponibiliza caixas de recolha em supermercados e farmácias, sendo depois os óculos encaminhados para instituições públicas e privadas, para que sejam encaminhados para quem mais precisa. O Banco de Óculos assume-se assim com duas vertentes, uma socialmente responsável focada na solidariedade social e outra ambiental visto que estes óculos seriam de outra forma descartados.

Tipo de Estratégia:
Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


Book in Loop

De novo, como novo

A Book in Loop vende livros escolares usados 60% mais baratos que o preço de venda ao público. Trata-se de uma plataforma de compra e venda online de livros escolares usados, com pontos de recolha pelo país, que promove não só um desconto de 60% na compra de livros, como a obtenção de alguma receita com os manuais que estão já não estão a ser usados lá em casa.

Tipo de estratégia:
Novos modelos de negócio e desmaterialização

Mais informações


BLC3

Investigação e incubação de ideias

A BLC3, associação sem fins lucrativos, tem vindo a dinamizar atividades de investigação, incubação de ideias e apoio ao tecido económico em regiões interiores e rurais de Portugal. Atualmente têm intervenção em vários projetos, desde a sensibilização e educação ambiental, até à valorização de produtos regionais e potenciação de utilização de resíduos/subprodutos.

 

Tipo de estratégia:
Design e Eco-conceção, Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


CCDRC

Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular na Região Centro

Em dezembro de 2019 a CCDRC propôs um Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular na Região Centro a todas as entidades (públicas e privadas) com atividade na região Centro. De subscrição aberta e voluntária, este Pacto pretende estimular a adoção de compromissos sobre práticas circulares na Região. Tal permitirá reunir informação sobre as melhores práticas e exemplos concretos de circularidade e possibilitar a sua divulgação, incluindo através da comunicação social, realçando o que de mais original e inovador se faz na região neste domínio. Esta iniciativa recebeu mais de 90 respostas de entidades manifestando o seu interesse, com 65 entidades a apresentarem propostas relevantes de ações e projetos promotores da Economia Circular na região.

Tipo de Estratégia:
Simbioses industriais (urbanas, locais, regionais), Valorização de subprodutos e resíduos, Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento, Sensibilização e envolvimento social

Mais informações


CDRsp – Center for Rapid and Sustainable Product Development

Indústria florestal mais sustentável

O Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto, do Politécnico de Leiria (CDRSP/IPLeiria) tem vindo a apostar na reconversão da fileira florestal. O seu objetivo passa para uma reconfiguração desse sector de forma a torna-lo mais sustentável, fomentando a inovação de produtos e processos, e valorizando os produtos e subprodutos de origem florestal. A ótica de economia circular está patente no aproveitamento de subprodutos e diminuição da utilização de recursos não renováveis.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos , Design e Eco-conceção

Mais informações


Ciclaveiro – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta

PedalAdar & Mini PedalAdar

A associação Ciclaveiro tem vindo a promover campanhas de recolha de bicicletas. A iniciativa Mini PedalAdar pretende recolher bicicletas infantis, que não estejam a ser utilizadas e muitas vezes esquecidas na garagem, e oferecê-las a estabelecimentos públicos do pré escolar e ensino básico do nosso concelho de Aveiro. O projeto Pedaladar pretende recuperar bicicletas usadas/recicladas e disponibilizá-las a pessoas com baixos recursos financeiros para que passem a utilizá-las no seu dia a dia. Estes são apenas exemplos de alguns dos projetos desta associação de cidadãos, comprometida em ações ligadas à mobilidade e a comportamentos de consumo mais sustentáveis.

Tipo de Estratégia:
Sensibilização e envolvimento social, Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


Costa Verde

Minimum

O produto Minimum é um conjunto de cozinha multifuncional em porcelana, com peças de diversas tipologias que podem ser utilizadas para armazenar alimentos, aquecê-los no forno e microondas e servir à mesa. Integra várias estratégias de ecodesign no seu desenvolvimento e apresenta como principais características a multifuncionalidade, a maior eficiência energética na produção (eliminação de uma operação de cozedura), a minimização do uso de substâncias perigosas e a utilização, em cerca de 90%, de material reciclado internamente (lamas da ETAR).

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção, Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


ECO2BLOCKS

Construindo o Futuro

Substituir recursos naturais por resíduos para obter resultados semelhantes. É o que propõe Pedro Humbert, estudante de doutoramento da Universidade da Beira Interior (UBI), com a Eco2Blocks: um projecto que cria uma alternativa — ou um complemento — ao cimento. É entre a UBI e o Parque da Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) que, por estes dias, a Eco2Blocks divide o trabalho, agora que a empresa está inserida no programa Escola de Startups, depois de ter vencido o ClimateLaunchpad e, mais recentemente, o Prémio Manuel António da Mota.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Eco Solutions

EcoKalçada

Tendo ganho o Prémio Inovação Valor Pneu 2009, a solução Ekocalçada é atualmente comercializada pela Eco Solutions (empresa dedicada a soluções inovadoras a partir de granulado de borracha, derivado de pneu usado). Este produto é composto por placas de aglomerado de granulado de borracha de pneu, 100% reciclada, com a junção de borrachas coloridas virgens ou recicladas de forma a imitar o desenho da tradicional calçada portuguesa, possibilitando a execução de qualquer padrão.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Embalnor

Wheypack

A Embalnor é uma empresa portuguesa de injeção de componentes técnicas em plástico, fundada em 1997 tem vindo a desenvolver uma linha de embalagens direcionada para a área alimentar. Neste esta empresa é um dos parceiros do projeto “Redução das emissões de CO2 pela utilização de PHB obtida a partir de soro de leite: demonstração em embalagens de produtos lácteos” financiado pelo Programa Life (LIFE13 ENV / ES / 000608). O projeto WHEYPACK visa assim demonstrar os benefícios ambientais e socioeconómicos da utilização de material biodegradável na embalagem de alimentos. O material que se encontram a testar é o polihidroxibutirato (PHB) obtido a partir de um subproduto do leite (soro de leite) proveniente das indústrias de queijos.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos , Design e Eco-concepção

Mais informações


Gestamp

Eficiência energética no setor automóvel

A Gestamp Aveiro é uma empresa que se dedica ao fabrico de componentes metálicos para o setor automóvel. Em 2015 e após um estudo no âmbito da eficiência energética, instalou um sistema de recuperação de calor dissipado da central de ar comprimido, reaproveitando-o para o aquecimento dos banhos da sua instalação de pintura. Esta medida de economia circular tem permitido uma redução considerável no consumo de gás natural e consequentemente uma diminuição de emissões de CO2.

Tipo de estratégia:
Produção “limpa”/ eco-eficiência, Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Infinitebook

Escreve, apaga e volta a escrever

“Nasceu” no centro, foi apoiado pelo PO Centro e reside agora no Porto. “O mote é “escreve, apaga e volta a escrever…”. O infiniteBook (antes denominado de eco-book) é um caderno, maleável e transportável, com a particularidade de ser completamente reutilizável. As folhas deste caderno, inspiradas nos quadros brancos das escolas, garantem a experiência de escrita, minimizando ao mesmo tempo o consumo de recursos. Em caso de engano, ou quando a informação já não é necessária, as paginas do Infinitybook podem ser apagadas e o caderno novamente usado.

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção

Mais informações


LifePoly

Reciclagem de Polímeros

A LifePoly efetua a reciclagem de polímeros e a trituração dos mesmos constituindo matéria prima secundária para as empresas da industria dos plásticos. A valorização e o modelo de negócio é baseado no ciclo de vida dos produtos e na economia circular. A empresa possui uma parceria com a Universidade de Aveiro, integrando projetos com empresas para reintroduzir os seus resíduos no seu processo produtivo, quer seja como matéria prima secundária ou como para utilização de um novo produto.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


MARE-IPLeiria + Campotec

Algaecoat

Investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente do Instituto Politécnico de Leiria (Mare-IPLeiria) em parceria com a empresa Campotec IN, de Torres Vedras, desenvolveram um revestimento de origem marinha: o AlgaeCoat. (…) O projeto Algaecoat acaba por contribuir para a economia circular por 3 vertentes: o combate ao desperdício alimentar pois permite uma extensão da vida útil do bem alimentar; substitui componentes artificiais de preservação por um componente natural; e valoriza um recurso natural, renovável e, sobretudo, de produção local (a alga).

Tipo de Estratégia:
Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento , Design e Eco-conceção

Mais informações


Näz Sustainable Fashion

Elegância e sustentabilidade

A marca nasceu como uma resposta para a busca de uma nova maneira de produzir roupas, combinando design minimalista e moderno e, ao mesmo tempo, processos transparentes, justos e ecológicos.

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção

Mais informações


O Benefício

Edições limitadas

O Benefício é uma startup dedicada ao desenvolvimento de produtos de edição limitada, com particular atenção à utilização de materiais e de conhecimento local. Um dos produtos que constam do seu portfólio é uma mochila feita a partir de cintos de automóvel.

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção

Mais informações


PLASBLOCK

Tacos para paletes

O PLASBLOCK é uma componente alternativa aos tacos de madeira para paletes. Feito de materiais reciclados, é também 100% reciclável, que findo o seu período de vida útil permite um reaproveitamento total dos materiais utilizados e garantindo uma circularidade funcional das matérias-primas utilizadas.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos, Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


The Greatest Candle in The World

Velas feitas a partir de resíduos de óleos vegetais e azeites alimentares ou de cosmética

A O2W – Oil 2 Wax é uma empresa portuguesa, sediada na Marinha Grande, que tem vindo a dedicar-se ao desenvolvimento de soluções de valorização e transformação de resíduos em novos produtos, com uma ação focada especificamente nos resíduos de óleos alimentares. Assim nasce a marca “The Greatest Candle in The World”, cujas velas decorativas e ecológicas reutilizam óleos vegetais e azeites alimentares. Não usam, portanto, recursos naturais, não adicionam carbono ao Ambiente e são seguras para o consumidor.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Revigrés

Ecotech – Proteger o ambiente passa por escolher produtos com materiais reciclados

O EcoTECH é um ladrilho cerâmico que foi desenvolvido no âmbito do projeto europeu InEDIC, do qual a Revigrés foi empresa associada. Integra várias estratégias de ecodesign no seu desenvolvimento e apresenta como principal característica a utilização de cerca de 90% de materiais reciclados e foi lançado no mercado em 2012.

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção, Valorização de subprodutos e resíduos, Produção “limpa”/ eco-eficiência

Mais informações


Revigrés

REVICOMFORT – Pavimento cerâmico amovível e reutilizável

A Revigrés concebeu um piso cerâmico que pode ser reutilizado. O REVICOMFORT é um pavimento em grés porcelânico para áreas interiores, públicas ou residenciais, amovível e reutilizável, de rápida e fácil aplicação. Não necessita de colas, nem de cimentos, nem de mão-de-obra especializada e pode ser imediatamente utilizado após aplicação.

Tipo de Estratégia:
Design e Eco-conceção

Mais informações


Secil

Algafarm

A Secil arrancou em Outubro de 2016 com a produção de microalgas a escala industria na fábrica de Cibra-Pataias. Este projeto, o Algafarm tem vindo a ser desenvolvido desde 2007 e representa um investimento de cerca de 15 milhões de euros. Inicialmente derivando de uma preocupação referente à identificação de formas de sequestrar o CO2 emitido, para atingir as metas para a redução de gases com efeito de estufa, este projeto resultou não só na viabilização da utilização de microalgas para mitigação de impacto ambiental na produção de cimento, uma das mais poluentes, como juntou outros fatores de potenciamento económico. A produção de algas permite não só a absorção do dióxido de carbono produzido pela cimenteira, como constitui em si mesmo uma exploração com valor comercial.

Tipo de Estratégia:
Produção “limpa”/ eco-eficiência

Mais informações


Soja de Portugal

Soja de Portugal e a Economia Circular

Ao longo das últimas décadas, o grupo SOJA DE PORTUGAL tem feito investimentos continuados com o objetivo de melhorar o seu processo e a sustentabilidade económica e ambiental e para alavancar a sua estratégia. As sinergias geradas entre as várias áreas de negócio da SOJA DE PORTUGAL resultam em produtos finais sustentáveis, que protegem os recursos marinhos e cuja pegada de carbono é reduzida, já que se tratam de ingredientes locais. Apesar da forte aposta do grupo na economia circular, todas as áreas de negócio são também sustentáveis de forma independente.

Tipo de Estratégia:
Simbioses industriais (urbanas, locais, regionais), Valorização de subprodutos e resíduos, Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


UniLoop

A Book in Loop vai à Universidade

Nova plataforma dirige-se a um público de mais de 300 mil estudantes universitários e promete poupanças de 80% no PVP dos livros. A UniLoop, plataforma de economia circular de livros, desenvolvida pelos fundadores da Book in Loop, dirige-se aos mais de 360 mil estudantes de ensino superior, um público que gasta anualmente 20 milhões de euros em material didático. Promete níveis de poupança de 80% do preço de venda ao público com a reutilização dos livros.

Tipo de Estratégia:
Extensão do ciclo de vida: reutilização, remanufatura, recondicionamento

Mais informações


Universidade de Aveiro

Projetos de utilização de resíduos da indústria agroalimentar

A universidade de Aveiro tem vindo a desenvolver várias ações no âmbito da valorização de resíduos provenientes do setor agroalimentar. Destaca-se o projeto de desenvolvimento de bioplásticos à base de batata.  O objetivo é o desenvolvimento de bio embalagens, produzidas com recurso a amido, um dos hidratos de carbono que compõe as batatas e cujas características possibilitam a obtenção de películas incolores, insípidas (sem sabor) e inodoras resistentes à rutura. Este projeto de colaboração entre os departamentos de Química e de Engenharia de Materiais e Cerâmica da Universidade de Aveiro tem como foco aumentar as aplicações de uma cultura alimentar em constante crescimento e com grandes índices de desperdício como é a da batata, estimulando, ao mesmo tempo, a substituição de materiais derivados do petróleo, por materiais biológicos. Outro projeto, foca a utilização da casca de ovo no fabrico de materiais cerâmicos. Este método possibilita o reaproveitamento do resíduo, a redução de custos aos fabricantes de cerâmica, ao mesmo tempo diminuindo a utilização da matéria-prima calcite cujo processo de extração apresenta uma pegada de carbono elevada. Estes são apenas alguns dos projetos que demonstram importância da ciência de base aplicada na implementação de uma economia mais circular.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Universidade de Coimbra

Resíduos da madeira do eucalipto para o tratamento de águas residuais

Pela primeira vez, uma equipa de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) desenvolveu floculantes naturais a partir de resíduos da madeira de eucalipto para tratamento de águas residuais.
A floculação é uma etapa essencial no tratamento tradicional de efluentes, muito utilizada nas estações de tratamento de águas residuais municipais ou industriais (ETARs), e consiste na agregação de pequenas partículas, formando flocos (aglomerados de partículas) que permitem depois a remoção de contaminantes. No entanto, atualmente, os materiais utilizados para promover a floculação, os designados floculantes, são de origem fóssil (petrolífera), os mais comuns à base de poliacrilamidas. Considerando a quantidade de resíduos de eucalipto que é produzida anualmente, em resultado da atividade da indústria da pasta do papel no nosso país, a equipa liderada por Graça Rasteiro, do Departamento de Engenharia Química da FCTUC, decidiu apostar neste subproduto.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos


Vine & Wine Residues

Investigação portuguesa dá novo rumo a resíduos agroalimentares da indústria da vinha e do vinho

Na produção do vinho são gerados resíduos que apresentam muitos dos compostos encontrados na planta original. Estes ao conterem elevado valor biológico suscitam interesse em serem recuperados, indo ao encontro das diretivas da União Europeia no programa Horizonte 2020 para a gestão dos resíduos agroalimentares: reciclar, reutilizar e recuperar. O Projeto, que envolve parcerias com várias universidades portuguesas e diversas empresas vitivinícolas, pretende desenvolver métodos de conceção de produtos alimentares a partir da recuperação de resíduos agroalimentares provenientes da vinha e do vinho.

Tipo de Estratégia:
Valorização de subprodutos e resíduos

Mais informações


Virtual Power Solutions, Energia Simples e Gecad

NetEffiCity

NetEffiCity é o nome do projeto que visa implementar um sistema de gestão inteligente e descentralizado de recursos energéticos, adaptado aos consumidores. A ação vai desenrolar-se em comunidades de duas cidades portuguesas, Penela e Alfândega da Fé, e vai apostar na produção distribuída de energia elétrica e flexibilidade das cargas, através de programas de demand response.

Tipo de Estratégia:
Produção “limpa”/ eco-eficiência, Sensibilização e envolvimento social

Mais informações